Make your own free website on Tripod.com

CEJA Cosme Alves de Lima

Curso - Produtor de Hortaliças

Home
Música Tema
Comentários dos Estudantes:
Relatando a Caminhada
P. Contas - Consumo
P. Contas - Equipamentos
P. Contas - Serviços
Fotos do Plantio
Encaminhando Comentários
Curso - Produtor de Hortaliças

Relato sobre o curso
 

O curso "Produtor de Hortaliças" foi uma das atividades propostas pelo Projeto que se desenvolveu em parceria com o CVT. Durante o curso, que teve uma carga horária de 40 horas, os participantes da comunidade escolar e local tiveram a oportunidade de:

  • Compreender a importância das hortaliças para a nossa vida;

  • Conhecer os diferentes tipos de hortaliças e hortas;

  • Reconhecer que é possível produzir uma horta sem a necessidade de altos custos;

  • Verificar a importância da utilização de uma adubação orgânica para a saúde;

  • Identificar os prejuízos desencadeados pelos adubos químicos;

  • Conhecer diferentes métodos de tratamento de culturas para uma boa produção;

  • Conhecer diferentes "pragas" das horticulturas;

  • Diferenciar o método de aplicação de agrotóxico do método de controle biológico, observando as vantagens e desvantagens dos mesmos;

  • Verificar as mudanças de hábitos alimentares ao longo das gerações;

  • Perceber a influência da mídia na vida da sociedade, especificamente no que diz respeito a alimentação;

  • Reconhecer a importância de uma qualificação profissional para a melhoria da qualidade de vida

  • Preparar o solo da horta local para o plantio de diferentes tipos de hortaliças.

A metodologia utilizada para a construção do conhecimento foi: aulas expositivas e práticas, exposição e discussão de vídeos, leitura compartilhada, estudo dirigido e debates.

Prof.ª Kenia Edjane

 
 
Momentos de construção do conhecimento, teórico e prático, e preparação do solo para o plantio da horta do CEJA.
 

pic_000_curso.jpg

000_1096_curso.jpg

Convivendo com as hortaliças

Iniciamos a cavação colocando esterco, plantando o canteiro e catando as pedras. Revolvemos o material orgânico do canteiro duas vezes por semana, não estando no ponto repetimos todo o processo até ficar pronto para o plantio.

Eu conhecia outros tipos de canteiros, porém o tipo que está sendo cultivado aqui na escola é mais adequado. Para a escola está sendo muito positivo a cultura de hortaliças. Para tanto, é necessário muito cuidado com o alface, por exemplo, pois ela é exigente quanto a água, principalmente, no período de formação da cabeça. Deve-se ter cuidado para que não haja o encharcamento, regando na sementeira duas vezes ao dia. Deve-se evitar também as horas quentes.

Uma fina cobertura de palha de coco no canteiro, ajuda a manter a umidade e a temperatura ideal para o desenvolvimento da plantação. Nas épocas quentes, no Nordeste principalmente, recomenda-se uma cobertura mais alta para que o sol não bata diretamente no plantio. Esse procedimento deve acontecer principalmente após o transplante da sementeira para o canteiro, ou seja, nas primeiras semanas. Essa cobertura "protetora" deve ser retirada nas horas mais frias do dia, até que a planta adquira uma maior resistência ao sol. É importante lembrar também que ao fazer a capinação deve-se Ter cuidado com as raízes das plantas, pois algumas estão em regiões superficiais ou pouco profundas do solo.

Francisco Marcos Nogueira Diógenes

(Aluno do IEM II – Monitor do Projeto)

O curso Produtor de Hortaliças em minha trajetória escolar

Esse curso para mim foi de grande importância, pois através dele ampliei os meus conhecimentos, principalmente no que diz respeito ao manuseio com o solo.

Eu não tinha nem idéia de qual seria a forma ideal de preparar uma horta, entretanto, o curso me permitiu um novo olhar sobre a capacidade que a terra tem para nos oferecer.

É necessário destacar também que a metodologia do curso nos fez compreender, de forma clara, que as hortaliças podem melhorar a nossa vida, tanto na questão financeira, como na questão de uma alimentação mais livre de agrotóxicos.

Francisco Rogério Queirós Chaves

(Aluno do IEM I – Monitor do Projeto)

 

 

Dica rápida sobre o CLIMA para instalação de uma horta

De modo geral, as hortaliças encontram as melhores condições de desenvolvimento e produção quando o clima é ameno, com chuvas leves e pouco freqüentes.

Adeozemir Fernandes Barbosa

(Aluna da EJA III – Monitora do Projeto)

A minha visão sobre o Curso

O que me levou a participar do curso Produtor de Hortaliças foi a certeza de aprender muitas coisas, como por exemplo, cuidar de uma plantação de hortaliças, como manter a terra úmida e sempre bem cuidada.

O curso contribuiu muito para a minha vida, no sentido de que aprendi muito e que ele pode gerar uma renda para mim, ou seja, eu posso até desenvolver algum trabalho com isso que eu aprendi e também posso ensinar para outras pessoas.

Eu aprendi que a plantação de hortaliças é muito bom, tanto para mim como para quem vive nos sítios, fazendas e que pode gerar uma boa renda para aqueles que desejam melhorar as condições financeiras, como também adquirir uma boa alimentação. Uma horta pode ser feita tanto em casa como na escola ou no sítio.

Este curso de plantio de hortaliças foi ótimo e contribuiu muito para o nosso projeto paisagístico.

André Luís de Sousa Sobreira

(Aluno do IEM II – Monitor do Projeto)

000_1098_curso.jpg

INSTALANDO UMA HORTA

É de fundamental importância saber que as hortaliças desenvolvem-se melhor em clima ameno, ou seja, com chuvas leves e pouco freqüentes.

As hortas devem ficar afastadas de árvores frondosas, pois a sombra é muito prejudicial ao crescimento das plantas. Devem ficar próximas da fonte de água e em áreas de consistência média, areno – argilosa.

Lembramos também que a utilização de ferramentas adequadas influi na eficiência dos serviços na horta. Em hortas comerciais, os trabalhos serão mais eficientes com o uso de equipamentos tais como: arado grande, sugador e conjunto de irrigação. A análise química do solo é fundamental para uma boa produtividade da horta.

O preparo do terreno facilita o plantio e colheita das hortaliças. Algumas hortaliças precisam ser plantadas em sementeiras para depois serem transplantadas para a horta em definitivo.

Os canteiros de horta devem medir 1 m de largura, comprimento variável e intervalos de 40 cm entre eles, para formarem as ruas. Se a horta ou canteiro tiver uma largura maior, o trabalho será pior no plantio, no transplante, na retirada de matos, na rega, etc. Levará o horticultor a pisar nas plantas e abrir sulcos na terra fofa. Também não é indicada a largura inferior a um metro.

Para fazê-los use o enxadão. A altura é de 15 a 20 cm. Os canteiros mais altos em relação as "ruas" são de manejo mais fácil, além de melhorar a drenagem das águas e facilitar a penetração das raízes das plantas. Com o enxadão, você cava e revolve a terra e para desmanchar os torrões use a enxada e o sacho. O solo não deve ser nem muito úmido nem muito seco. Para segurar a terra os canteiros podem ser cercados com tábuas, tijolos, garrafas lisas de refrigerante de dois litros. Essa proteção ajuda a manter os canteiros firmes sem que a área útil do plantio diminua à medida que for feita a rega.

Agora peço a você que continue se informando sobre hortaliças e se puder faça o curso Produtor de Hortaliças. Você vai enriquecer os seus conhecimentos e melhorar sua qualidade de vida. Garanto que você não vai se arrepender. Tchau e até a próxima.

Maria Edeleide Felix do Nascimento

(Aluna do IEM II – Monitora do Projeto)

Imagens do encerramento do curso

foto0006_curso.jpg

foto0007_curso.jpg

Alunos Monitores

pic_0018_curso.jpg

ABRAÇO DE GRATIDÃO
 
Os nossos sinceros agradecimentos ao CVT e em especial as pessoas do Coordenador - Hélio Barreira e do agrônomo e dinamizador da capacitação - Moisés Ferreira Neto, sem o esforço e prontidão dos quais, o nosso curso não teria obtido o sucesso alcançado.